Páginas

22 de mar de 2012

No presente momento

Mais uma vez estou aqui deitada e, como sempre, pesando em você. Eu juro que nem eu sei como é possível alguém pisar tanto em mim, me ferir tanto e ainda sim eu aceitar, dizer que está tudo bem. Talvez seja pelo simples fato de eu ter medo de perder. Perder um parte inteira da minha vida que foi te total dedicação ao que eu sentia, á você. Te amar dói, cansa, me mata aos poucos, mesmo nos instantes de felicidade. Você simplesmente fode com tudo, a todo custo, fode com meu sentimento, fode com minha cabeça. Por tua causa já não sou quem era antes,  tudo que há dentro de mim é dolorido, uma completa bagunça. Sempre me dizem que não vale a pena, que nunca jamais tinha valido, apenas me recuso a aceitar pois nós tivemos nossos bons momentos, mesmo que um pouco diferentes do convencional, pra mim foram os melhores. Espero encarecidamente que pra ti também tenha existido algo, pode ter acabado, acabou, mas realmente acredito em tudo aquilo que já compartilhamos. É tão difícil aceitar quando nos pegamos em pura fantasia, então desejo do fundo do meu ser que o nosso amor, pra você, tenha existido, se não qual seria o sentido de viver em ruínas de um sentimento que nunca aconteceu de verdade, não dos dois lados, assim seria o meu fim.

Um comentário:

  1. Tem gente que não dá valor ao que sentimos. Eu amei o post. Adoro post que falam sobre sentimentos.
    Beijos

    ResponderExcluir