Páginas

23 de mar de 2012

Um beijo (quase) roubado. Longo abraço de despedida. "Eu senti sua falta." Lembranças corroem o coração. Na boca, o gosto do que passou. "Foi preciso." "Por quê?" "Sua presença ainda me bagunça." Silêncio. Olhares perdidos se encontram. O silêncio começa a doer. Acabou. Definitivamente, acabou.

2 comentários: