Páginas

7 de jul de 2010

Não sei porque estou aqui.

Creio que seja para esquecer um amor inesquecível. Só sei que não estou chegando a lugar nenhum, que a cada segundo percebo que te amo cada vez mais. Mesmo longe, sinto que está perto, sinto que está comigo a cada instante. Não posso negar isso, eu te amo e acho que esse status nunca será mudado. Mas você nunca se altera. Você é sempre você. Tudo está quebrando, mas eu não me importo, esmague o resto. Queime isso. Nos coloque num canto porque nós estamos tendo idéias. Agarre essas margens, elas estão de dentro para fora, ninguém irá perceber. Estão olhando para outro lugar. Nós podemos ser honestos. Nós cancelamos. Você vê as mudanças e as coisas que vêm, é como você lida com isso, quando está acabando. Tome uma decisão, cada condição, nós temos uma escolha se tudo der errado. Agora estou em casa de novo, ansiosa por esta vida que vivo. Sabe, isso vai me assombrar, essa hesitação a vida que dou. Você pensa que poderia fazer a travessia, você está entre a cruz e a espada. É melhor você olhar direito antes de dar esse salto. E, sabe, estou bem mas escuto aquelas vozes à noite, ás vezes isso justifica minha declaração. E o público não dá bola para a minha transmissão porque não foi televisionada, mas aquela foi a hora da virada numa noite solitária.

Um comentário:

  1. "Tudo está quebrando, mas eu não me importo, esmague o resto. Queime isso." isso é que é uma pessoa com própria opinião. Amei o blog.

    ResponderExcluir