Páginas

28 de jan de 2011

Você se foi

Hoje eu derramei a última lágrima por você, porque sinto a sua falta, mas eu ainda estou suficientemente bem para sorrir. Eu só preciso de um pouco de tempo e coerência e eu sei que superarei a ausência que deixou em mim. Mas não importa o quanto eu evolua, sempre vou guardar a dor, porém não deixarei de lembrar dos nossos bons momentos.

7 comentários:

  1. Às vezes é o lembrar que mais nos traz dor...

    ResponderExcluir
  2. Obrigada querida. :)
    Gostei do post.

    ResponderExcluir
  3. Sempre fica um vestígio da dor, por mais que tentemos apagá-la. Mas é como você disse, devemos lembrar dos momentos bons :D
    Bgs:*

    ResponderExcluir
  4. Obrigada (;
    Gostei do post e do blog *

    ResponderExcluir
  5. Deixa a dor pra lá, Amanda. Por mais que você queira lembrar dela para sempre, uma hora ela irá ir embora, acredite. Porque o amargo é preenchido mais tarde por algo mais doce, um amor que ressurge, que aparece tampando os buracos deixados pelo último. O sofrimento é consequência do aprendizado, mas uma hora o sofrimento se vai, ficando assim a experiência e a lembrança do quanto aprendeu.
    Como diz a Pitty: "Você (amor) tá sempre indo e vindo, tudo bem. Dessa vez eu já vesti minha armadura (aprendizado/experiência)"
    Cada vez que amamos e então sofremos, aprendemos a sofrer menos da próxima.

    "Decepção não mata, nos ensina" (Autor Desconhecido)

    Veja apenas a Letra da música, cantada pela Luna, Decepção Não Mata.

    Beijo Imenso, ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Porque todo amor dura o tempo que é necessário pra ser condizente com o que pulsava, nem mais nem menos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. adorei, adorei por completo.
    sigo *

    ResponderExcluir