Páginas

8 de set de 2010

Falling

Sinto que os meus medos infantis estão de volta. Assombrando-me e fazendo-me chorar. Não importa o quanto eu luto, quando finalmente tudo está bem, sempre acontece algo que me derruba e me deixa em cacos. Cada vez que eu tento juntar esse cacos me machuco mais, porque por trás deles estão escondidas as verdades.... Verdades que eu quero encontrar, mas que sempre machucam e deixam marcas. Muitas delas revelam um lado sombrio, assim posso dizer, um lado desconhecido por mim mesma. Nessa escuridão eu me perco. Onde está a luz no fim do túnel? Onde está a luz da salvação? Talvez, estejam apagadas como as minhas esperanças e humilhadas como os meus sentimentos. Pobre sentimentos, frágeis como um rosa, que está perdendo as pétalas. Olhando fragilmente em meus olhos você pede para mim não chorar, mas como eu posso se eu não tenho forças? O descontrole me toma e eu me perco na linha que divide a minha mente entre o racional e o emocial... Pareço estar caindo diante de um abismo... Será que algum dia eu vou me encontrar?

12 comentários:

  1. Sei exatamente como é sentir isso, não sei se um dia você se encontra, mas acho que sim. Talvez antes do que você - assim como eu - imagina, talvez demore um pouco. É difícil quando não existe esperança.

    ResponderExcluir
  2. Gostei do blog, já to seguindo!

    ResponderExcluir
  3. Problemático, mas muito comum!
    Acredite em uma coisa, se nos sentissemos sempre seguros e obstinados nao teria graça redescobrir todas as entrances do nosso proprio mundo.
    mt obrigada pelo comentário,
    espero vc masi vezes por la.
    Estou te seguindo, bjs

    ResponderExcluir
  4. Não adianta, nossos medos de infância hora ou outra sempre voltar para nos atormentar;
    e nem te preocupa: você se encontra.
    beeeijos

    ResponderExcluir
  5. Vai! Tenha fé! Lute...
    Nem sempre é fácil, ah nunca é fácil.
    Mas a recompensa é muito melhor :)

    ResponderExcluir
  6. Ps: obrigada pelo comentário *-*

    ResponderExcluir
  7. ''sera que um dia vou me encontrar''

    ResponderExcluir
  8. Me identifiquei muito. É complexo, momentos assim parecem não ter solução, mas acredito - e por experiência própria- que é apenas uma fase. ;)
    Beijos, minha flor!

    ResponderExcluir
  9. intenso. não tem como não se identificar, é natural, espontâneo. beijos e obrigada pela visita e comentário lá no blog. :)

    ResponderExcluir
  10. Nos últimos dias, tenho notado que estou voltando ao passado. Ouvindo músicas que antes me fizeram sorrir e chorar, revivendo lembranças que foram quase esquecidas, mas que valeram a pena.

    ResponderExcluir
  11. Essa é a terrível fase que estamos nos transformando.Ou seja,a fase adulta.
    É díficil e por qualquer coisa coisa caímos, mas temos que levantar a cabeça e seguirmos em frente :)


    Beeijão!

    ResponderExcluir
  12. Chorar é a melhor opção. Purifica a alma. E logo isso passa, coração. Let it be.

    beijos.

    ResponderExcluir