Páginas

8 de set de 2010

Enfim


aquele medo de errar que consome".  Aquela garotinha que vivia dentro de mim morreu, só ficaram as "lembranças" porque não sou mais boa, erro todos os dias e continuo magoando a quem me quer bem, as vezes eu só queria que ela ressurgisse das cinzas e acordasse com os olhos cheios de alegria, mais aquela garotinha que um dia era feliz hoje chora sangue, chora por dentro, e isso realmente dói, só queria que as coisas mudassem, mais tenho medo que que mude, tenho medo que volte como era antes e tenho medo do amanhã, apenas não queria sentir medo e me sentir sempre segura. 

6 comentários:

  1. oh muito obrigada:D
    que bonito, força*

    ResponderExcluir
  2. Chorar por dentro dói demais!
    Que consigamos chegar a essa bendita força...
    beijos, flor, e obrigada pela visita :**

    ResponderExcluir
  3. O medo sempre vai estar com a gente, mas
    precisamos vencê-lo e nunca deixar que ele tire
    a nossa felicidade.
    AMEI O TEXTO! *-*
    beijo ;*

    ResponderExcluir
  4. Medo...um dos maiores problemas para resolvermos os problemas!
    Nao adianta ter medo. O negocio eh mudar e bola pra frente!
    Boa sorte!
    bjoks

    ResponderExcluir
  5. Camila é difícil lidar com os nossos medos. A garotinha...É claro que não morreu.


    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Acho que a maioria das pessoas tem essa vontade de se sentir segura sempre. Seria tão bom. A gente não se preocuparia com muuuita coisa. Maaas como não é assim, temos que tentar seguir do jeito que é, enfrentando os nossos medos :)

    ResponderExcluir