Páginas

5 de mai de 2010

sem esperanças.

Me iludo no universo paralelo que criei com minhas mentiras, mais no fundo sabia que nunca ia acontecer.

E como se as coisas que acabaram em minha vida nunca tivessem tido um começo, apenas nos meus pensamentos doentios e desiquilibrados, como se eu soubesse desde do inicio mais não quizesse enchergar, fiquei presa na minha mente, em meus sonhos, acordei quando estava tudo escuro, quando todas as luzes já tinham se apagado, acreditei ser real, defendi o que  achei ser verdade, e agora tudo virou pó, sem esperanças, estou jogando a toalha branca. 

 

2 comentários:

  1. Não desista de tentar, quem desiste é fraco, no fim do tunel tem sempre uma luz, acredite! vai dar tudo certo!!! Beijoos! amei seus pensamentos! :)

    ResponderExcluir