Páginas

29 de mai de 2010

Relatos de uma adolescente - parte 7.


Não tenho nenhum premio em minha instante, tenho dificuldade de falar de sentimentos, só os escrevo  para aliviar a falta e a dor, já perdi a conta de quantas decepções minhas palavras causaram em pessoas, minhas brincadeiras ninguém compreende, meu silencio nunca será entendido, é estranho o fato que as pessoas se calam quando sentem necessidade de falar e eu tenho tanto a dizer, meus olhos não são mais quentes como era há alguns meses, eles estão frios, calmos e não brilham mais com a mesma intensidade, não para você e talvez eles nunca tenham brilhado, é como se as cores estivessem ficando foscas e o inverno tão querido para mim, esteja se tornando apenas mais um rotina estúpida que tenho conviver a cada dia.
                  

2 comentários:

  1. Um dia você vai passar a ver beleza também nas cores foscas, vai entender o silêncio que fala e tudo o que a vida puder lhe ensinar.

    ResponderExcluir
  2. Sinto a mesma coisa. Parece que tudo que eu gostava tah perdendo a graça, fincando cinza .-.
    espero que isso mude logo, se é que vai mudar!

    beijoooo

    ResponderExcluir