Páginas

18 de abr de 2010

sem ação.

Não sei se posso seguir em frente, por mais doloroso que seja, as lágrimas não escorrem do meu rosto quando penso em você, domingos matinais me deprimem, músicas de um passado que parecia que todos eram felizes acabam com minhas esperanças, eu não quero diluir minha dor em um papel, mais não consigo, de uma certa maneira estou bem, mais está tudo bem e eu odeio o morno, odeio aquilo que é mais ou menos, eu quero despertar meus anjos e demônios, o que é medíocre acaba com minha saúde mental, acaba com meus pensamentos e não me eleva, me deixa parada, sentada, escrevendo coisas tolas que não me fortalecem, acho que construí mundo imaginário porque minha vida real é trágica.  

2 comentários:

  1. Mundo imaginario, eu chamaria de defesa! Todo mundo tem defesas para evitar ou amenizar sofrimento.

    Abraços e otima semana!

    ResponderExcluir
  2. eu estou me sentindo meio assim.

    ResponderExcluir