Páginas

24 de mar de 2010

Algumas roseiras podem se transformar em espinhos.

Quando vemos que estamos sozinhos, quando todos nos dão as costas, vemos como as roseiras podem se transformar em espinhos, pessoas que mais amamos, confiamos, se afastam de nós, aquele típico amigo das horas boas, a momentos na vida que nós sentimos uma bolacha de agua e sal em volta de deliciosas traquinas, que não sabemos para onde correr, nos sentimos inferior, nos sentimos realmente um lixo, pensamos que nossa falta não significaria nada para as outras pessoas e quando isso acontece é quando descobrimos quem são nossos amigos de verdade, ou descobrimos que realmente estamos sós e não vale a pena conviver com as pessoas falsas que nos rodeiam e é nessas horas que crescemos, aprendemos, depois da tempestade sempre aparece o sol, que nos ilumina e nos ajuda a superar nossas dificuldades, vivendo agente descobre que o mundo não gira em nosso umbigo, e a momentos que precisamos de colo, talvez seja nesse momento que espinhos se transforme em belas rosas, e você descobre que julgar as pessoas nunca é uma coisa boa, mesmo quando ela está errada, ou quando você não concorda com ela, pense quantas vezes hoje você julgou alguém e se ponha no lugar dessa pessoa e tente a entender, mesmo que não entenda, não vale a pena, não vale. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário