Páginas

20 de nov de 2010

Burnin' alive.

Cartas jogadas pelo chão, músicas inacabadas, fotos rasgadas e memórias fragmentadas. Havia um buraco no meu coração e eu sentia a solidão me abraçando todas as noites. A dor que eu carregava era enorme, talvez maior do que eu poderia aguentar, mas mesmo assim levei-a. Não houve um dia se quer que eu não me perguntei porque tudo tem um fim, mas eu aprendi, aprendi a me desapegar e a superar, aos poucos as feridas se curaram. Hoje há apenas as marcas da dor, mas eu tenho forças o suficiente para sorrir e continuar.

22 comentários:

  1. É bonita a força que nasce dessas 'quase tragédias'...

    ResponderExcluir
  2. Elas demoram a sarar e as marcas nunca vão desaparecer por completo... mas podem ficar apenas pequenas cicatrizes que nos lembram das melhores atitudes a tomar.
    ;)

    Beijito*

    ResponderExcluir
  3. Tal como fênix. É maravilhoso quando a força vem da escuridão. Quando se resurge das cinzas.

    Eu sigo. Blog incrivel!

    passa no meu?
    http://catorzeepoucosanos.blogspot.com/
    Love is our resistance.

    ResponderExcluir
  4. É sempre na escuridão que encotramos a luz.

    Bonito texto, amei aqui também.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Sei como se sente!

    Força!

    Bjinhos

    Nina

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que é assim que tem que ser, a gente sempre tentar sorrir e continuar a viver. adorei o texto, está lindo.

    Ah, passa no meu blog? eu mudei o layout e queria muito a sua opinião. http://blogcamilaq.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Passando pra agradecer o carinho das
    palavras e a visita ... :)
    Seu cantinho também é uma graça.

    BjO.

    ResponderExcluir
  8. O importante é não deixar a peteca cair, ser forte e fazer o máximo para manter a cabeça erguida.
    Lindo o blog.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  9. Também sentia tudo isso que está descrito no começo do texto, mas depois de um tempo e muito escrever, essas coisas foram passando, porque me toquei que ainda tenho muito o que viver. Beijo

    ResponderExcluir
  10. Nossa alma só carrega um tanto de cicatrizes para não nos esquecermos do caminho que já conseguimos percorrer. No fim, o jeito é mesmo se desapegar e viver as coisas novas (e boas) e a vida nos reserva!

    Beijos e obrigada pela visita! ;)

    ResponderExcluir
  11. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU TE SEGUINDO
    ME FAÇA UMA VISITA E ME SIGA
    VOU ADORAR QUE SEJAMOS AMIGAS
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  12. ~'. O que são cicatrizes perto da dor que as feridas causaram?
    Nada.
    Não há jeito quando as coisas insistem em correr em caminhos contrários do nosso.
    O desapego deve existir, e devemos procurar forças pra provar que o que achamos impossível de deixar de existir, acaba.

    Beeeijos!

    ResponderExcluir
  13. É assim que deve ser, tenta lutar mesmo com a dor. As marcas nunca desapareceram, sempre ficaram no coração e nas memórias, mas de tentar sorrir outra vez, nada e ngm pode te impedir.
    beijinhos flor!

    ResponderExcluir
  14. A dor é combustível.

    Obrigada por soltar as suas linhas pelos meus ares! O teu cantinho também é um encanto!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Precisamos superar,e seguir em frente,mesmo com as dores ali,persistindo em ficar,precisamos viver e não deixar a solidão entrar!

    Belo texto *.*

    Beijo

    ResponderExcluir
  16. O fim, mesmo que seja doloroso, sempre serve como aprendizado. Aprendemos a ser fortes, a superar qualquer desafio e, mais ainda, a nos preservar.]
    Um fim de vez em quando é bom, mas quando se tem a pessoa certa, é melhor nem pensar. rs

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Ficou lindo, amor! Todos devem ter uma chance de recomeçar de novo, esquecer as lágrimas, o que se passou e partir para uma nova jornada.

    ResponderExcluir
  18. (...)Hoje há apenas as marcas da dor, mas eu tenho forças o suficiente para sorrir e continuar.

    Lindo, lindo. Sempre devemos ter forças para levantar e seguir em frente em qualquer tipo de situação!
    bjs flor

    ResponderExcluir
  19. O importante é conseguirmos ver os aprendizados que as dores nos trouxeram, e chegar até o final delas como você chegou, disposta a distribuir sorrisos pra que lindas coisas possam ir ao seu encontro num caminho novo.

    Obrigada pela visita. Gostei muito do seu blog tbm. Estou seguindo, viu?!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  20. Por mais difícil que seja, por maior que seja a dor, fortes são os que conseguem continuar. Seguir em frente é necessário. A esperança nunca morre. Amei o blog, seguindo :*

    ResponderExcluir
  21. Confesso que desapego não é o meu forte, mas no fundo eu sei que é a melhor opção quando não existe mais amor.
    Ah, adorei o nome do blog! Haha
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. me sinto assim.
    Camilia eu amo seus texto, adoro seu estilo de escrever XD
    quero ler mais *-*
    http://biahyde.blogspot.com/
    http://venenodegrife.blogspot.com/

    ResponderExcluir