Páginas

17 de set de 2010

Uncertainty

Eu não sou uma pessoa perfeita, tenho os meu defeitos... Há tantas coisas que eu desejaria não ter feito, há tantas palavras que eu desejaria que voltassem para meus lábios e tantos erros que eu gostaria de apagar. Ninguém sabe como é carregar essa dor que dilacera meu coração e me deixa aos pedaços. O nome dessa dor é culpa, a mesma que atormenta meus sonhos e minha vida. Ultimamente tenho me perguntado se essa realmente sou eu e se essa realmente é a minha vida. Tudo parece um grande quebra-cabeça, mas que cujo qual teve algumas peças perdidas e que seu fim é um mistério.

5 comentários:

  1. A única solução é montar o quebra-cabeças concorda? embora leve tempo não é impossível

    sorte
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que lindo *-*
    adorei.

    ResponderExcluir
  3. a poltrona ainda existe, como um objeto sentimental.
    só não aguenta mais todas as divagações de um grande amor.

    ResponderExcluir