Páginas

22 de ago de 2010

Pés descalços

Eu tenho passos leves, porém estão cansados, tentei correr do medo, me enterrar em um mundo imaginário, tentei correr, tentei andar devagar para não ouvir meus passos, queria fugir do medo, correr da angústia e do que me sufoca, tentei me esconder e quando menos esperava o senti e foi pior do que eu imaginava, a verdade é que o que era verdade ontem hoje não é mentira mais acabou, é, acabou. 

11 comentários:

  1. Sob os pés o tudo e o nada.

    Beijos, Camila

    ResponderExcluir
  2. "Eu ando de passo leve
    pra não acordar o dia".

    ResponderExcluir
  3. Gostei da forma de escrever. E o medo não dá para correr, nem de passos leves.

    beijo

    ResponderExcluir
  4. O medo sempre corre atrás dos nossos passos.

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  5. o Medo sabe quando pensamos nele.

    mas, mais que verdades e mentiras... precisamos encarar sem medo o fato de que tudo muda.

    e isso foge ao nosso controle.

    ResponderExcluir
  6. sandálias da humildade . '-'
    enfim, existem coisas das quais não tem como fugir . :T

    ResponderExcluir
  7. Linda, embora um pouco nostálgica...

    Há que remar contra a corrente... às vezes...

    1 bj

    ResponderExcluir
  8. Correr do medo já é sentir medo. E além de medo, é desespero.

    ResponderExcluir
  9. a queria escreve outro texto, mas nao sei sobre o que, tem alguma sugestao? AHUHSUAHSA
    Bjss gata

    ResponderExcluir