Páginas

4 de ago de 2010

Deixa pra trás

porque baby não sou imortal. A frequência do rádio mudou,  não sou mais aquela antiga garota, mais as vezes sinto falta dela. Talvez tenha ficado toda sua insegurança, ainda sinto o gosto de sangue que ficou daquela ultima facada. 

As vezes é difícil falar de mim então escrevo, parece estranho mais não consigo me imaginar daqui há alguns anos, não sei se estarei viva ou morta, não sei o que vai mudar, não tenho medo do futuro porque tento o máximo que posso a não me apegar as pessoas, sinto que cada pessoa que surge no meu caminho é uma mistura de todas que conheço, mais baby, tenho que aprender que ninguém é igual e ninguém pode substituir a falta que sinto de você.

4 comentários:

  1. Acho que mudar é uma lei implícita. Então, que venhas as mudanças! (e que elas sejam positivas)

    =* luck

    ResponderExcluir
  2. estamos sempre crescendo e mudando, é a lei da vida, mas as saudades, ah, essas sempre surgem !
    adorei seu blog, seguindo, bjs :*

    ResponderExcluir
  3. Que profundo...
    Bom, se der dá uma passadinha lá no meu blog !
    bjs

    ResponderExcluir
  4. É o tipo de falta que dilacera.

    Palavras fortes e densas.

    Espero não perder contato, viu?

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir