Páginas

20 de jun de 2010

Pra te encontrar

Palavras soltas num cartão postal, lembranças ensolaradas, faixas brancas nessa estrada. Noites longas, versos e velhas canções misturam passado e futuro pelas ruas e avenidas, outra vez. Já nem sei o quanto andei, me perdi quando encontrei. Estrelas cadentes vão me guiar nessa busca infinita, semanas viram dias. Vou guardar o seu sorriso, fechar os olhos apertados pra te encontrar. Placas, postes, fios de alta-tensão, capítulos perdidos, em um livro sem sentido, segredos, fotos e frases de caminhão me levam pra tão longe. Eu me perco em horizonte e avenidas, outra vez. Já nem sei por onde andei, me perdi quando encontrei.
Pra te encontrar - Darvin

Um comentário:

  1. é engraçado como sentimentos alheios se casam sem nunca seus donos terem se cruzado.
    mais engraçado ainda é como você vê a estupidez nascer de um gesto antes singelo.

    ResponderExcluir